Pastor faz campanha contra lei que beneficia transexuais

Pastor faz campanha contra lei que beneficia transexuaisFamoso por seu liberalismo, o Estado da Califórnia acaba de assinar mais uma lei que pode ser uma marco na aceitação dos “transgêneros” na sociedade.
Desde 2011, as escolas públicas na Califórnia já ensinam às crianças as “contribuições” feitas por personalidades lésbicas, gays, bissexuais e transexuais. O governador Jerry Brown assinou uma lei controversa que acrescentou essa questão ao currículo de ciências sociais.
Os livros escolares aprovados pelo governo já incluem informação sobre alguns americanos pertencentes a grupos LGBT. Organizações que defendem os direitos dos homossexuais há tempos vêm pressionando o governo pela garantia de mais direitos.
Jerry Brown, governador da Califórnia, assinou hoje (12), uma lei que torna seu Estado o primeiro a permitir que os alunos transexuais escolham quais banheiros querem usar. Também podem escolher quais vestiários preferem (masculino ou feminino) e em qual das equipes esportivas de sua escola preferem jogar.
A lei AB1266 dá aos estudantes o direito de “participar de programas, atividades e instalações” baseados na sua auto percepção sexual, independentemente do seu sexo quando nasceram.
Os defensores afirmam que a lei vai ajudar a reduzir o bullying contra estudantes transexuais, anunciou o canal foxnews.com. Por outro lado, os críticos apontam que essa liberdade de escolha de uns pode significar a invasão de privacidade dos outros alunos.
O pastor Michael Youssef, está fazendo uma campanha contra a nova lei. Ele afirma que o “lobby homossexual sabe que representa menos de 4% da população. Mesmo assim eles parecem vencer todas as suas batalhas. Agora estão recorrendo a um ataque desprezível que pode afetar crianças a partir dos cinco anos de idade. Muitas crianças nessa idade ainda não sabem direito quem são. É lamentável que terão de conviver até o final da adolescência, sem poder sentir-se livre para usar o banheiro ou tomar banho na escola. Isso está além dos limites da decência humana”. Com informações Terra e Charisma News.

Comentários

Mensagens populares